2 Responses

  1. Marco Antonio Geraigire
    Marco Antonio Geraigire May 15, 2011 at 3:50 pm |

    Desde que o conheci, há muitos anos atrás me apaixonei pela solução de transporte e pela genialidade do seu criador.
    Imaginando que o veículo ande por 38 km e em 08 horas ele se recarrega em 100%, ele seria uma excelente solução de locomoção em qualquer cidade, para aqueles que trabalham à até 25 km de sua residência. Imaginem a quantidade de pessoas no mundo que se encaixam nesse perfil.
    Para uma solução caótica como o trânsito de São Paulo, o segway (desde que com preço subsidiado) causaria uma verdadeira transformação.
    No lugar de um veiculo médio, caberiam no mínimo 06 pessoas com seus segways. Levando-se em consideração que a grande maioria das pessoas andam de carro sozinhas nas grandes cidades, isso reduziria na média o tamanho dos congestionamentos em 06x. Num congestionamento record na cidade, de 200 km, teríamos menos de 30 km de trânsito, considerado um trânsito normal.

    Segundo a matéria da Globo, no link: http://oglobo.globo.com/sp/transito/mat/2008/03/06/sp_precisa_investir_para_resolver_problema_de_transito_dizem_especialistas-426108699.asp, a Prefeitura Municipal de SP arrecada cerca de R$ 500 milhões por ano em multas.
    Se ela subsidiasse a venda dos Segways abatendo os impostos (supondo que seja igual ao dos veículos tradicionais – 45%), teríamos o custo final na casa dos R$ 10.000,00, isso reduziria os custos para mais de 50.000 Segways por ano. Em 10 anos teríamos o melhor trânsito do mundo, com mais de 500.000 unidades circulando pelas cidades. Além do trânsito, por certo teríamos uma sensível redução dos acidentes de trânsito, do desgaste das vias públicas, redução na poluição do ar, gerando milhões de reais em economia para o erário públlico.

    Enfim, é muito prazeiroso pensar num mundo novo com menos vaidade, mais compromisso com a natureza, mais liberdade, menos mortes e menos gastos públicos com o transporte e mais com a saúde, educação e moradia.

    Os prédios de escritórios, os postos de gasolina, condomínios residenciais os estabelecimentos comerciais, teriam que se adaptar a esse mudança de hábito mas teriam muito mais produtividade.

    Pensem nisso.

    Obrigado pelo espaço e perdoem se me estendi demais no texto.

    Abraços,

    Marco Antonio Geraigire

  2. Andre Costa
    Andre Costa June 23, 2011 at 7:25 am |

    Exporto direto do japao Tokyo estes Veiculos quem estiver interessado entre em contato
    precos entre 2700 real ate 6800 real depende do motor .
    contato obrigado

Leave a Reply