Review Kindle Internacional

kindlerevie151109

Depois de uma semana usando o Kindle Internacional, eu já posso fazer alguns comentários e relatar a experiência. Há quase dois anos, eu comprei o Sony e-reader PRS-505, que é a segunda geração de dispositivos com a tecnologia e-ink. Eu fiquei encantado com a ideia de que agora era possível ler sem a fadiga nos olhos que os monitores tradicionais proporcionavam. Eu tenho miopia e uso lentes de contato, isso faz esta tecnologia ainda mais atraente para mim. O monitor do Kindle é exatamente igual ao da Sony, os aparelhos também tem funções parecidas. O que varia mesmo é a conexão on-line e a grande biblioteca que a Amazon tem. O Sony possui uma leitura de documentos PDF nativa e a possibilidade de colocar dois cartões de memória simultâneos. Mas o grande atrativo do Kindle, a conexão on-line, era justamente o que afastava o aparelho do resto do mundo. Nos EUA ele ficou tão conhecido que já era possível ver pessoas lendo nos metrôs e livros vendendo mais na versão digital do que a do papel.

Cheguei a pensar várias vezes em comprar a versão americana do Kindle mas sempre desistia pelas quantidades de gambiarras que eram necessárias para comprar um livro. Além disso, a rede não funcionava aqui, pois eles usavam a tecnologia CDMA. Bom, mas o momento que todos esperavam chegou e a Amazon lançou a versão internacional com a tecnologia GSM. O interessante, é que o modelo de negócio vencedor permanece o mesmo com o usuário não tendo a menor idéia de qual a operadora está usando. A Amazon paga a conta, ou melhor, nós, via os livros e assinaturas. Mas, o importante é que não há mensalidade de nada… Quando eu liguei o aparelho pela primeira vez ele já tinha o meu nome na tela (ver foto) e ele achava que eu estava nos EUA porque eu mandei entregar em um endereço de lá. Bom, ai vem uma diferença entre o morador dos EUA e os demais. A Amazon tem um contrato agora com a AT&T nos EUA e no resto do mundo se paga roaming. Se você é americano e viaja para fora pode continuar recebendo assinaturas de jornais e comprando livros, mas é preciso pagar U$ 5 dólares por semana para receber revistas e jornais e U$ 2 por livros comprados. Para brasileiros e outros estrangeiros não há custo de assinaturas e os livros tem estes U$ 2 incorporados. A principio, seria lógico eu colocar nos settings na Amazon que o meu Kindle é brasileiro, só que tem mais um detalhe: a navegação Web. Este recurso é experimental e pode ser usado para navegar em páginas filtrando basicamente o texto, que é o que interessa. Esta navegação é bloqueada para brasileiros e liberada para americanos, que mesmo no exterior, navegam sem custo. A assinatura de blogs segue a mesma lógica, mas com a navegação da para usar de graça o Google Reader e outros… Logo, estou pagando os U$ 5 para assinar revistas e jornais como forma de deixar habilitado a navegação. Detalhe é que é possível comprar livros e outros conteúdos on-line ou no PC e depois transferir por USB. Com isso, se evita as taxas. Outro item que exige pagamento é quando se tem um arquivo PDF ou outro formato compatível e se quer ler no Kindle. A Amazon cria dois email: um seunome@kindle.com e o outro seunome@free.kindle.com. No primeiro, você envia um arquivo anexado e a Amazon converte e já envia para o Kindle, com um preço claro. No segundo, eles convertem sem custo e enviam de volta para você transferir via USB. O sistema de conversão funciona bem legal nos arquivos que experimentei.

Conforme eu comentei, o fato de estar on-line muda tudo em relação ao Sony. Poder ler Twitters, Blogs e textos de jornais que não estão no Kindle é uma experiência muito bacana. É uma alternativa ao iPhone ou laptop para quando se está com os olhos cansados ou na rua. Aliás, na luz do sol o display do Kindle é fantástico.

Assinei o jornal O Globo (único do Brasil até agora), NYT, PC Magazine (ok ainda não tem Macworld), MIT Tech Review, Time e Forbes. O mais bacana é que os conteúdos chegam direitinho todos os dias. Antes das 6 da manhã chega O Globo e ai pelas 9hs o NYT, todos os dias. As revistas vão chegando a medida que são publicadas. O bacana é que em qualquer lugar do mundo é possível continuar recebendo estes conteúdos, esse é o grande lance do Kindle. Agora, o ideal seria ter também uma conexão WiFi para não precisar pagar as taxas. Mas eu entendo a Amazon que pretende deixar o aparelho mais simples possível, e isso é o que se percebe.

A interface poderia ser melhor, mais intuitiva, mas uma vez acostumado tudo fica mais lógico. Demorei para perceber que no índice de jornais e revistas pode-se clicar no número de matérias ao lado de cada categoria para ter uma navegação pelas manchetes.

O conteúdo dos jornais e revistas poderiam ser mais ricos graficamente. São raras as fotos e infográficos. Isso tudo tem o intuito de deixar o arquivo mais leve e fácil de ser enviado pela rede wireless. Os jornais que vão chegando ficam bem destacados na home e os anteriores vão para uma pasta de antigos itens.

Outras duas funcionalidade que merecem destaques são a navegação pela Wikipedia e o dicionário (só em inglês). Qualquer palavra pode ser selecionada e aprofundada em um dos dois serviços. O dicionário poder ser usado off-line.

Vou continuar colocando impressões e observações a medida que vão surgindo com o uso, mas até agora a experiência é excelente e recomendo para todos. Quando tivermos mais jornais, revistas e livros em português e o custo dele no Brasil for menor a Amazon terá um vencedor nas mãos. Por falar em custo, ele chega aqui por algo em torno de R$ 900,00, com impostos e frete. Muita gente tem reclamado disso e apostado que não vai vender aqui. Mas se pensarmos bem, ele é bem menos do que um smartphone e para quem lê muito conteúdo importado, pode pagá-lo em pouco tempo…

Veja a galeria no Flickr

8 Responses

  1. Marilia Barcellos
    Marilia Barcellos November 16, 2009 at 12:12 am |

    Bábaro seu relato! adorei os detalhes de usuário qualificado. você respondeu a uma série de dúvidas que eu tinha e que as pessoas não comentavam. Pode continuar a descrição, serei sua leitora.

  2. Rodrigo Andrade
    Rodrigo Andrade November 16, 2009 at 9:22 am |

    Eduardo,

    Muito bom o review, estou louco para comprar um para mim também, me parece o caminho natural para os livros, ainda mais livros técnicos que são enormes, e depois de lidos só servem para tirar uma ou outra dúvida. Só não sei se iria ler jornal, ainda acho estranho o conceito de notícias do dia anterior, pois não sei como isso ainda existe, já que temos as edições online com notícias de última hora, só se for por alguma reportagem muito bem feita. Enfim, é um excelente aparelho, e lendo este review será a minha próxima compra com certeza.

    Abraços,

    Rodrigo

  3. Rafael Savelli
    Rafael Savelli January 5, 2010 at 9:13 am |

    Muito bom o review, Eduardo! Gostei de saber desses recursos e funcionalidades. Bom também os comentários que envolvem os custos. Assim tenho como saber exatamente o que é gratuito e o que não é.
    Abraços,

    Savelli

  4. Alair Borges
    Alair Borges January 13, 2010 at 11:05 am |

    Muito mais explicativo que todos os outros reviews que já li, e olha que já li muitos. Ainda sim estou com algumas dúvidas, será que vc faria a gentileza de respondê-las.

    Se o Kindle tiver uma significativa alteração de software, como farei para atualizar o meu ?

    Será que a Amazon colocará opção de linguagens na compra do livro futuramente ?

    É possível eu comprar o Kindle com endereço do Brasil e depois alterar como residente nos EUA para receber o download como se fosse um americano em viagem ao exterior ?

    Trabalho com fotos e fiquei interessado em publicar um livro na Amazon, porém, ainda não vi a resolução das fotos no Kindle…. A imagem é boa / média / muito boa / excelente ?

    Vi outro leitor que me chamou a atenção, o Nook da Barnes & Nobles, o grande diferencial dele é, além do 3G, ele possui Wireless…. Quando vi um vídeo sobre o Nook, notei que ele tem slot para o chip 3G da operadora…. Será que funcionaria com uma operadora daqui ?

    A navegação no Browser e wikipedia funcionam para um kindle Global com endereço americano usando exclusivamente aqui no Brasil ?

    A Wikipedia funciona aqui no Brasil sem cobrar taxas de download ?

    Desde já muito obrigado

    Atenciosamente

    Alair Borges

  5. Alair Borges
    Alair Borges January 13, 2010 at 12:21 pm |

    Olá

    Faltou uma pergunta…. Sendo o Kindle brasileiro e assinando o jornal O Globo, pago a taxa de $1,99 por download todos os dias que eu o receber ?….. A Wikipedia funciona no Brasil sem taxas, sendo o Kindle Brasileiro ?? Obrigado mais uma vez…. Só estou esperando suas respostas para eu encomendar o meu….rsrsrsrsrs

  6. Flávio
    Flávio December 9, 2010 at 2:12 pm |

    Olá!

    uma questão: eu tenho um kindle 3g+wi-fi americano, e virei para o brasil definitivamente. Ele funcionará no brasil, ou eu devo comprar um internacional?

    Um abraço!

Leave a Reply