Review do iPad


Bom, já estou com o iPad há mais de uma semana e com isso acho que já posso fazer uma avaliação mais precisa. Neste período, eu usei em viagem, no avião, em reuniões e ligado ao projetor

dando aula. Minha intenção desde o começo era substituir o meu MacBook AIR que já era leve, mas o iPad tem a metade do peso e quase o mesmo poder computacional.
Eu tinha escrito aqui na época do anúncio em janeiro que eu sempre sonhava com um bom tablet da Apple justamente porque este formato me parece mais natural em várias situações. Uma delas, ė em uma reunião onde todos estão em volta de uma mesa com os monitores dos laptops servindo como barreiras. O tablet está mais perto de um caderno e facilita o contato dos participantes. Além disso, para o uso nas apertadas cadeiras dos nossos aviões, quando se está em pé ou em cadeiras de teatros nos seminários são grandes usos para os tablets. No iPad, a capa proposta pela Apple é obrigatória e faz parte do produto. Ela permite que o tablet fique em um ângulo de 30• ou 90•, o primeiro é ideal para digitar no teclado interno e o segundo para ver vídeos ou usar o teclado Bluetooth. Por falar nisso, estou escrevendo este texto no iPad sem nenhum problema de velocidade em relação ao teclados convencionais, depois vou publicar usando a App já nativa para o iPad do WordPress. Não sei se precisarei levar um teclado extra no futuro. Ele ainda não está em português, o que me força a colocar os acentos manualmante apertando e segurando as teclas. Mas isso deve durar até o lançamento no país, depois ele fará a correção automática inserindo os acentos como o iPhone. O David Pogue comentou no review dele que não era possível digitar no teclado em modo do display em pé, mas não concordo.
Algumas pessoas reclamaram um pouco do peso, mas não é diferente de um livro capa dura. Já vi um filme inteiro segurando ele e não foi desconfortável. O design limpo sem muitos botões e cantos retos tornam o manuseio extremamente agradável, marca registrada de projetos da Apple. O peso vem para sustentar uma bateria excelente que dura realmente 10 horas, ou mais. Na minha viagem de volta usei durante dois dias inteiros em várias situações, não tente fazer isto com um laptop. Não precisar depender de tomadas é realmente algo libertador. Uma outra questão relativa a esta é o processador A4 desenvolvido pela Apple, além de eficaz e econômico o iPad não esquenta mesmo depois de um período longo de uso e na capa.

Ainda no hardware, o display com a tecnologia LED e IPS é realmente lindo. O ângulo de visão é perto de 90• e o contraste bem intenso. Claro, no sol o e-ink do Kindle é campeão para a leitura, mas acho que vai ser uma questão de escolha segundo o conforto de cada pessoa. O software Kindle para o iPad é bem mais completo em opções de leitura do que o iBook. O software da Amazon permite trocar o fundo e com isso o contraste com as letras. Os dois possuem um slide na App para controlar o brilho.

No software, o grande destaque é o Safari por ser muito rápido e preciso na renderização das páginas. Realmemte, o Flash faz mais falta aqui do que no iPhone, mas a briga da Apple já esta fazendo vários sites migrarem para HTML5. Vamos ver onde isso vai parar.
O mail também é quase igual do dos Macs desktop, eu gostaria de ver os mesmo filtros contudo.
O trio do iWork é muito bem implementado na nova interface touch. Fiquei surpreso que o Keynote aceita até vídeos, não senti falta de nenhuma função. Usando o adaptador VGA ele projeta a apresentação e coloca controles de transporte no visor. Se ficar apertando o dedo no display ele projeta um cursor imitando as canetas laser, muito legal a sacada. O sistema de importação e exportação via iTunes poderia ser mais claro. Mas dá para trocar arquivos via mail e o site iwork.com.

Algumas Apps de terceiros são surpreendentes e mostram toda uma nova linha de interface. A da BBC é totalmente customizável, inclusive com uma seção em português para o Brasil, e com um botão para escutar rádio enquanto se lê as notícias.
As Apps do iPhone funcionam perfeitamente, mas seria interessante se elas pudessem flutuar na tela em vez de ocupar um espaço pequeno em uma tela preta. Quando se aperta o botão 2x ela fica full screen, mas pixelizada… Acho que a Apple poderia fazer algo mais elegante aqui. Mas, como os desenvolvedores podem criar uma App universal com interfaces para iPhones e iPads a adaptação total é uma questão de tempo. Essas Apps são interessantes também porque não é preciso comprar duas vezes.

As Apps Mapas, YouTube, contatos e calendário foram redesenhadas para ocupar melhor o espaço extra. A agenda poderia deslocar compromissos com o dedo, pois para modificar é preciso clicar e alterar no menu de edição.

Não tive muito problema com WiFi como outros usuários comentaram, uma única vez ele não achou a minha rede N, só a G. Parece que há uma incompatibilidade com roteadores que transmitem nas duas frequencias. Na minha casa, tenho duas redes separadas. Nos pontos públicos não tive problema nem de conexão nem de sinal.

No geral, ele superou as minha já grandes expectativas. Como 90% do meu tempo eu estou navegando, checando email, fazendo apresentações no Keynote ou escrevendo um texto, acho que o iPad vai substituir o meu MacBook na maior parte do meu tempo móvel.
Acho que a maioria dos problemas apontados pelos críticos podem ser resolvidos, como a multi-tarefa que virá no OS 4. O iPhone tinha uma lista muito maior de limitações que foram sendo resolvidas com o tempo. O iPad me parece mais pronto, o que não me deixa desejando uma câmera para Skype, por exemplo. Mas antes de pensar no que ele poderia ter, prefiro procurar o que ele já tem e é realmente inovador. Esta categoria intermediária entre o smartphone e o laptop me parece relamente importante e além da mera substituição de livros, revistas e jornais. Como eu comecei o texto, o formato tablet como um todo me parece muito pertinente em várias situações e aproxima o uso de computadores de maneira mais natural para tarefas diárias. Continuo reportando aqui as minhas impressões de uso e quem quiser saber algo, concordar ou discordar eu terei o maior prazer de discutir nos comentários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Comments (

19

)

  1. Rique

    otimo review!

    1. Edupel

      Obrigado 🙂

  2. Jones Bergh

    Olá amigo.
    Gostei do review.
    Estou prestes a comprar um via Mercado Livre mas fiquei em dúvidas quanto a uma passagem de seu review.
    Quando falas sobre o teclado.
    Achas que será possível, quando já em venda no Brasil, atualizares o teu OS do iPad para a versão Brasileira ? Será dada esta escolha ?
    Grato !

    1. Edupel

      Oi, acho que sim. Pois aconteceu a mesma coisa no iPhone. A Apple não tem OS para diferentes partes do mundo. Nas próximas atualizações devem ser liberados os outros teclado internacionais.

  3. chris

    então, vi alguns vídeos com pessoas na 5 avenida, preparando-se para comprar seu ipad…o valor que eles declaravam era de $500. quanto tempo vc acha que leva para o ipad se estabelecer no mercado brasileiro? qual a previsão de superfaturamento sobre ele? digo, produtos de informática tem uma taxação bem alta ao entrarem no país, não?

    1. Edupel

      Pegue como exemplo o iPod touch de 64gig. La cust 400 dolares aqui 1250 reais. Acho que da para ter uma ideia. A previsao para a chegada oficial é julho.

  4. Gilberto Consoni

    Acho que a tua colocação abaixo explica o maior problema da maioria das resenhas de produtos que estou acostumado a ler:

    “Mas antes de pensar no que ele poderia ter, prefiro procurar o que ele já tem e é realmente inovador.”

    Deve-se primeiro explorar o que o produto oferece e depois procurar problemas.

    Teu texto traz boas características que me levarão abandonar o Macbook pelo iPad.

    1. Edupel

      Gilberto, valeu pelo comentário. As resenhas acabam comparando grandezas mais fáceis de quantificar. Me parece mais subjetivo a questão de interface e usabilidade. É mais fácil dizer que não tem câmera e Flash.
      Vou fazer um post especificamente sobre as vantagens e limites do uso dele como laptop.

  5. Rodrigo Rocha

    Edupel,
    Estou com uma dúvida que você pode me ajudar. Pretendo comprar ou um iPad ou um Kindle, e minha intenção inicial é muito mais ler a grande quantidade de PDFs que tenho, muitos documentos e normas. No meu macbook uso o iwork e gostaria de continuar usando no iPad, se vier a comprar um.
    Pergunto, é possível ver os pdfs no iPad como vejo no macbook pro, no preview ? Tem como enviar arquivos PDF para o iPad ? Quais outras vantagens você vê sobre o kindle no que diz respeito a leituras, o valor vale pelas outras features que levamos no iPad ?
    Obrigado

    1. Edupel

      Rodrigo, certamente é possível ver PDF com a mesma qualidade que no mac. Para importar pode ser tanto via email como iTunes.
      A questão entre um e outro vai muito mais no conteúdo do PDF, se for basicamente texto e esta é a unica função para o aparelho o Kindle pode ser uma boa pela tela mais optimizada para a leitura.
      Agora, se os teus PDFs tem gráficos e imagens em geral e queres usar o aparelho para outras funções va paa o iPad sem erro.

  6. Ivan

    Edupel, comprei mei ipad a duas semanas e estou muito satisfeito. Ainda estou nos Estados Unidos e nao instalei o iWork. Vejo pela apple store que o pages, numbers e o keynotes custam 10 dolares cada, mas nao posso comprar porque meu cartao de credito e do Brasil. Nas lojas tem um iwork por 80 dolares. Pergunto, qual a diferenca, voce sabe? Aproveito para perguntar como faco para acentuar e colocar cedilha no meu texto. Obrigado.

    1. Edupel

      Ola Ivan, este iWork de 80,00 é para Mac. Voce pode comprar cartões Gift Card na loja e fazer uma conta americana com algum endereço dai. Assim que eu faço.
      Para acentuar é só ficar segurando a tecla que apareceram as opções.

  7. Ivan

    Edupel, só pelo seu texto eu já descobri como acentuar. Obrigado.

  8. VTR1000 lady

    Nice blog. I just bookmarked you on my bloglines.

    Sent via Blackberry

  9. Eric

    Edupel, parabéns pelo review. Eu tenho uma dúvida. O Ipad tem Wi-Fi. É permitido seu uso em aviões? Obrigado! Bom dia!

    1. Edupel

      Opa, Obrigado, sim tem uma versão com WiFi e a outra com WiFi+3G. Desligando o WiFi pode-se usar no avião sem problema.

  10. Denise

    Edupel, você não imagina como os seus comentários foram salvadores! Eu estava sendo muito criticada por ter pedido à minha filha que vem vindo dos USA, para trazer um IPAD e acessórios para mim. Uma dúvida. Esqueci-me de pedir a ela para comprar o conector para VGA. Também dou aulas e preciso usar projeções. Eu consigo encontrar o conector no Brasil? Obrigada.

    1. Edupel

      Denise, que bom que os comentários formam úteis. Por enquanto não se consegue o cabo VGA aqui. Talvez em algum importador ou Mercado Livre. Os acessórios só começam a serem vendidos depois que a Apple anunciar a chegada oficial.

  11. rodrigo

    se eu compro um americano, eu consigo trocar o idioma para portugues, para ficar melhor compreensivel?